Ana Claudia Borges -Um pouco mais de nossos artistas!!(XIX)

Hoje iremos conhecer um  pouco mais de Ana Claudia Borges


1)À quanto tempo você dança?
               " Comecei a faz aulas de dança do ventre no dia 16 de setembro de 1999...mas comecei a dar aulas e fazer apresentações no início de 2001."


2)O que te motivou a começar a praticar a Dança do Ventre?
                " Eu estava no colégio quando fui convidada a participar de um evento cultural. Como eu tocava piano eu iria me apresentar tocando e tivemos um teste para ver o que a escola levaria. Uma das apresentações foi de dança do ventre de uma amiga. Qdo a vi dançando fiquei encantada e não consegui sossegar enquanto eu não fizesse uma aula para ver como era. Depois da primeira aula não consegui parar mais. "



3)Quem foi/ foram suas professoras?
                 " Comecei a fazer aulas com a Fátima Rellva de Osasco, depois fui fazer aulas com Lulu Sabongi mas tbém já estudei com Nur e Jade. Além de workshops com outras professoras nacionais e internacionais como Raqia, Randa Kamel, Dina, Jillina, Farida, Carlla Sillveira, Aziza dentre outras." 




4)Você já sofreu algum preconceito na dança e fora dela?
                   " Felizmente não. O que sinto apenas é que muitas pessoas não veêm a dança como profissão então sempre ouvimos a velha pergunta: você  trabalha além de dançar?  "


5)Quais suas músicas e artistas favoritos dentro e fora do estilo árabe?
                    " Gosto muito dentro da dança do ventre de músicas clássicas. No caso das modernas de cantores como Nancy, Haifa, Hakim, Amr Diab. Fora do estilo árabe gosto de músicas internacionais, black, tecno. Entretanto, gosto de tudo um pouco ouço de MPB a pagode...tudo depende do momento. "


6)Quais os principais benefícios que a dança te trouxe?
                     " A dança me tornou mais feminina e mais vaidosa. Trouxe ainda muitas amizades e acabou se tornando minha profissão. "


7)Em algum momento durante sua carreira você pensou em largar tudo?
                     " Sim, diversas vezes !!!! e ainda penso algumas vezes. No início quis largar porque participei do Mercado Persa e fui para a final. Na final fiquei em último lugar e isso fez com quem eu achasse que era tão ruim que era melhor parar de dançar. Outras vezes é justamente pelo motivo que relatei acima, as pessoas não enxergam o trabalho de professora e bailarina de dança do ventre como uma profissão. Enxergam apenas como um hobby. Além desses motivos também fico desmotivada quando vejo pessoas despreparadas dando aula ou dançando o que dá uma certa tristeza com relação a dança. "


8)Como você define seu estilo?
                       " Bom não tenho um estilo definido mas sigo mais o estilo das egípcias." 


9)O que você acha que tem de melhor?
                       "Seu ponto forte! Bom não sei se seria o ponto forte mas gosto muito de dançar com véu e também solos de percussão. "
  
10)Nos conte um sonho de consumo,um sonho impossível,e um já realizado.
                        "Sonho de consumo ????só um ? difícil viu...um carro zero, uma casa com piscina, um apartamento no Egito, uma academia gigante, um closet igual o do filme "As Patricinhas de Beverlyy Hills"...tá bom ?! rs Um sonho impossível...um mundo melhor para todos !!!! Sonho realizado...o primeiro foi ter conhecido o Egito e o segundo ter conquistado primeiro lugar no Festival do Cairo. "


11)Quais são seus projetos atuais e futuro?
                        " Quero poder ampliar meu estúdio, abrindo uma filial com ensino voltado a qualificação de novos profissionais e poder oferecer um leque de benefícios focados na saúde e auto-estima da mulher, que encontra no Ventremania um ambiente propício para o seu bem estar e o desenvolvimento da sua dança. "


12)E pra fugir um pouco a regra nos fale de você: Sua cor preferida,comida favorita,time de futebol,cantor preferido,um filme inesquecivel,uma pessoa muito importante. Como é a Ana pessoa?
Cor preferida - preto ! Dá para se notar olhando meus figurinos de dança que em sua maioria são desta cor 
Comida favorita - pizza, lanche, massa....bom tudo que engorda !!!! 
Time de futebol - PALMEIRASSSSSSSSSSSS !!!! meu sonho de criança era ser jogadora de futebol mas meu pai não deixava eu jogar por ser coisa de menino...ironia fui fazer dança do ventre ! 
Cantor preferido - como tinha dito anteriormente gosto de tudo um pouco..não tenho preferido. Ultimamente, fora música árabe, o que ouço bastante é Vitor e Léo. 
Filme inesquecível - da minha época de criança amava assistir "Convenção das Bruxas" e depois vem "Cidade dos Anjos" 
Pessoa muito importante - minha mãe por estar sempre ao meu lado 
A Ana como pessoa: tem que me conhecer, não sei  falar de mim. 


 13)O que você acha dos concursos,selos,padrões?Eles realmente influenciam em algo?
                  "Começando pelos concursos, área que tenho mais experiência, pois anualmente organizo o Festival do VentreMania, que é composto de concursos, mostras, desfiles etc., é uma ótima oportunidade para as alunas e até bailarinas que já se apresentam, evoluírem sua dança, o contato com o público, trabalhando muito a questão da desenvoltura e do carisma. E esse processo se inicia bem antes, quando as mesmas estão se preparando, pois se dedicam mais, treinam os movimentos que serão inseridos nas coreografias, ensaiam e tudo isso conta muito para o seu aprendizado vencer ou não, acaba na verdade sendo só um reconhecimento de toda essa dedicação, mas o que também não significa necessariamente que a candidata é melhor ou pior que a outra. Apreciar a dança de uma bailarina é muito pessoal, juradas igualmente qualificadas podem ter opiniões divergentes, e muitas vezes uma "derrota" pode ser um incentivo para que esta procure se aperfeiçoar ainda mais Em meu Festival, incluo muitas mostras, para dar oportunidade a pessoas de níveis variados que as vezes não se sentem seguras para competir, mas elas sentem a reação do público e já vi muitas meninas evoluírem bastante em sua dança por aproveitarem este momento. Com relação aos selos e padrões de qualidade eu particularmente acredito que deveria ser o mínimo exigido para que uma bailarina possa se profissionalizar, visto que não existe um orgão regulamentador da classe. Eu participo da banca de avaliação da Khan el Khalili, provavelmente o selo mais disputado e reconhecido aqui do Brasil e é um processo bastante difícil e que requer muito das inscritas, adoro participar da banca e ver novos talentos surgindo por todo Brasil e ver que tem pessoas que realmente se preocupam com a qualidade técnica de sua dança." 


14)O que você acha que deveria mudar em relação a dança no Brasil?O que funciona bem e o que esta errado?
                "Acredito que não só no Brasil mas como no mundo todo precisávamos de uma diretriz sobre o que é a dança do ventre. Hoje o intercâmbio, a mistura, a globalização é tão grande que as vezes as pessoas não sabem mais separar a dança do ventre de outros estilos. Além disso é necessário um órgão sério que possa regulamentar a profissão bem como saber separar os bons dos maus profissionais. Foram essas coisas erradas na Dança do Vente que me incentivaram a montar um curso  de formação profissional pois infelizmente vemos muitas pessoas despreparadas dando aulas, mas não creio que seja culpa somente dessas pessoas, mas também do fato de que não tínhamos muitas opções de cursos de capacitação profissional, então criei alguns módulos, que focam justamente isso: sou professora, e agora? Como devo proceder... será que é só passar os movimentos? Tento passar para as minhas alunas, que é necessário estudar as grandes divas, todos os estilos, o corpo humano, os estilos de música, as danças folclóricas, ritmos etc. Não basta apenas saber fazer um oito e um básico egípcio para se achar apta a ensinar. "


15)Qual o conselho que você daria a quem esta começando agora?
                  "No caso de quem está começando a aprender agora que procure saber sobre sua professora, se ela realmente é conhecida no mercado, se as alunas dela são boas, se ela está tendo um aprendizado correto para que no futuro não tenha que correr atrás do prejuízo por ter encontrado uma má profissional. Para quem começa a dar aulas ou dançar agora meu conselho é não parar de estudar nunca. A dança é uma ciência viva e sofre mudanças a todo instante. Além disso saber respeitar aqueles que estão na área há mais tempo que vc."

Ana Claudia Borges - Noites no harém




Ana Claudia Borges - Maevah




Domingo Legal - Dança do ventre - Ana Claudia Borges




E essa foi nossa entrevista com Ana Claudia.Espero que tenham gostado,e aprendido um pouco mais!!
Entrevista realizada por Nanda Salima

Comentários

Rubi disse…
Lindissíma