JU MARCONATO - Um Pouco Mais Sobre Nossos Artistas (Parte IV)

Entrevista com Ju Marconato

É com muita honra, emoção e satisfação que nós trazemos pra vocês essa maravilhosa entrevista com a não menos maravilhosa JU MARCONATO!



1º Bloco - SEU PASSADO NA DANÇA 
1.1)Uma perguntinha q vc já deve ter respondido milhões de vezes, rsrs. Como a Dança do Ventre entrou na sua vida?

Na verdade sinto que já trouxe a dança comigo rs e aos 12 anos reencontrei .Quando participei da primeira aula com a professora Cristina Factori, quem me apresentou a dança, me emocionei  e cheguei em casa aos prantos. Minha mãe preocupada queria saber o que eu tinha e eu apenas dizia “ é Lindo, Lindo,...” . Bem na época não haviam muitas informações técnicas para dança, tudo que peço para uma aluna “não fazer “ hoje, é o que eu fazia kkkk ´ principalmente com braços e pés. 


2.1) Quais foram as suas maiores dificuldades no início, sejam de aprender um determinado movimento, financeiras ou quais forem?

Imagine, uma adolescente  alta,  que sempre ficava no fundo da sala porque era grande demais,  magra e desengonçada. Meu aprendizado na dança não foi rápido, muito pelo contrário. Quando conto isso para minhas alunas muitas não acreditam, imaginam que nasci dançando levemente. Foi demorado,mas uma certeza sempre esteve comigo, bem ou mal , nem que eu quisesse conseguiria deixar a dança.
Em muitos momentos da minha adolescência a dança foi uma válvula de escape, foi minha segurança, meu resguardo, qualquer coisa triste poderia acontecer, mas eu ficava tranqüila pois sabia que teria  dança no dia seguinte. Bloqueios, medos, mágoas, tudo se desfazia quando eu sorria e começava a dançar. Tenho muito a agradecer à primeira professora Cristina que era terapeuta  corporal  e por conta disso, meu contato inicial com a dança foi super “zen” e de certa forma levo isso comigo até hoje. 


3.1) Você teve alguém em especial pra se inspirar na arte nos tempos de aprendizado? Se sim, quem foi?

Uma inspiração muito forte que tive foi da bailarina Nájua,  gostava do jeito poderoso dela dançar e as aulas me deixavam apaixonada, aliás gosto de queda turca por causa dela.




Como inspiração, Lulu Sabongi sem dúvida, responsável pelo crescimento técnico na dança, eu tinha todas as fitas de vídeo dela, na época eram a maior fonte de conhecimento no país. Temos muito a agradecer a Lulu pelo trabalho que realizou no Brasil.




Das mais antigas adoro a Libanesa Nadia Gamal, a interpretação maravilhosa e muitos movimentos de braço, cabeça, demais. Imagine em 1983, quando eu tinha apenas 1 ano, essa mulher já ousava no palco com sua maneira tocante de dançar:


 


Claro que ao longo do tempo a dança adquire crescimento técnico e informações que na época não eram estudadas. Mas temos como saber de onde vieram “as origens”  de nossa arte.
Sharar me ajudou muito, Soraya também. Entre outras inspirações, Amani, Fifi Abdu, Najua Fouad. As atuais Saida, Jillina, sem contar as maravihosas companheiras de trabalho Aziza, Munira Magharib, Carlla Silveira, Kahina, Mayara, Nevenka, Elis, Shirley Salihah, Malak, Priscila, Nur, Jade, Nesrine, Juli, Aysha, Lainah, Poli, entre tantos talentos que tive a oportunidade de estar próxima.

4.1) Quando se deu o seu momento "É AGORA" de partir pra vôos mais altos, tais como dar aulas, profissionalismo, etc.?

Sem dúvida o maior aprendizado foi na Khan el Khalili, o improviso, a experiência, as dicas do Jorge, etc. Lembro uma vez há muito tempo ele assistiu uma dança minha e disse “cadê sua expressão? Pode voltar do zero!” kkk, acho que isso me ajudou a prestar atenção e hoje um dos temas que mais gosto é a expressão e poesia na dança. Tenho muito, muita gratidão à Khan el Khalili.
Quanto às aulas comecei cedo e fui aprimorando a capacidade de perceber o corpo do outro não apenas pelas aparências, mas por sua energia, isso é maravilhoso.


2º Bloco - SEU ATUAL MOMENTO
2.1) Dando uma navegada pelo seu site, observei que vc fez propagandas de televisão, participou do Programa da Hebe entre outros trabalhos bem marcantes. Qual foi o impacto desses trabalhos pra você, tanto como profissional como quanto pessoa que corre atrás de seus objetivos? Como vc se sentiu naqueles momentos?
    Foi ótimo, com certeza tem um efeito positivo a nível profissional. Acredito que tudo que for para nós, vem na hora certa, com amadurecimento, tudo que tem um propósito bom, o Universo conspira.


    2.2) Eu particularmente te conheci quando da ocasião de um curso profissionalizante aqui no Rio de Janeiro, no Espaço Joana D'Arc, e também pude observar que sua agenda de cursos e workshops é bem cheia. Quando sobra tempo pra Juliana, o que ela gosta de fazer?

    A agenda é lotada Graças e Deus, quando fazemos o que amamos nem o cansaço nos atrapalha.  Nas horas vagas gosto de meditar e ler. Temos um grupo aqui no Núcleo e praticamos meditação uma hora por dia. Minha irmã diz que pareço “velhinha rsrsrrs” pois não sou de balada e meus hábitos são caseiros. 

    2.3) Sua Grife tem roupas belíssimas, e seu site tem um recurso divertidíssimo de a pessoa montar seu próprio estilo de traje. Os desenhos são feitos por vc mesma ou vc conta com uma equipe de apoio? Como você começou sua grife?

    As roupas da Griffe são belíssimas e deixam a mulher muito feminina. Eu participo na criação e temos as ajudantes que colocam em prática o trabalho. Acredito que a roupa para dança deve ter riqueza, glamour, e isso faz toda a diferença, rs eu brinco que tem roupa que a mulher não precisa nem dançar, é só entrar que o traje fala por si.

    2.4) Atualmente o que te realiza mais na Dança do Ventre?

    Do fundo do meu coração o que mais me realiza é quando sento com as alunas no final de uma aula e tenho a oportunidade de deixar fluir as palavras como uma Luz que passa por mim. Quando percebo que isso fez diferença na vida e na dança de cada uma, quando olho nos olhos de uma aluna de 62 anos dizendo que está super feliz e disposta, ou de uma adolescente que ficou mais calma em casa, ou uma mãe que entendeu seu lado sagrado, ou uma esposa que se tornou mais “mulher”, ou quando uma menininha de 8 anos me diz que colocou a mãozinha no coração e lembrou de nossa conversa, quando faço maquiagem e vejo a surpresa da aluna quando se olha no espelho e se sente mais bonita, quando uma aluna experimenta a roupa e sai dançando sem ter música de tanta felicidade pela roupa nova rs.
    A união, os conselhos, as meditações e abraços em grupo, as lágrimas de emoção, ou quando alguém diz no final da aula “nossaaa a mensagem de hoje foi para mim”. Me sinto fortalecida e quando penso em cansar ou desistir é só lembrar de algo assim. Isso não tem preço, isso é para vida toda.
    Quando as meninas pegam a tirinha da felicidade e dizem: “ Nossa me dá mais, tenho que entregar para outras pessoas” (tirinhas da felicidade são mensagens de mestres e autores renomados entregues no final da aula)
    Estar no palco me realiza também. Dançar é maravilhoso, ser bailarina, é um glamour, tudo de bom, mas sei que isso um dia passa, não posso me apegar apenas a imagem ou ao corpo, pois se achar que este é meu valor pessoal, o dia que estiver vovózinha não aceitarei minha idade nem minha rugas, então vem a frustração, não aceitação.
    A bailarina vive dentro de mim, a dança está dentro de mim, mas saberei se Deus quiser aceitar e vivenciar cada momento com prazer e entendimento.
    É um momento fantástico, quando piso no palco me emociono, pois me concentro em não ser mais apenas o ego, e sim a alma, penso que estou representando o feminino, representando todas as mulheres do mundo.
    “nossa fiquei emocionada escrevendo essa parte”



    3º Bloco - PROJEÇÕES DE FUTURO


    3.1) Qual o seu maior sonho pessoal e o maior sonho profissional?
      O sonho profissional é uma realidade, só tenho a agradecer e aumentar cada vez mais essa “rede” de energia positiva.
      Sonho pessoal é estar 100% presente em cada experiência, sem viver no passado nem no futuro, aproveitar o agora como um “presente” Divino.

      2.3) Quais os seus projetos pra um futuro a curto, médio e longo prazo?

      Nossa tenho taaantos projetos, o mais a curto prazo agora é o DVD didático que sairá logo logo, médio e longo prazo, poder formar mais e mais professoras para espalhar a “sementinha” dessa forma de misturar dança do ventre e filosofia de vida e continuar com os workshops e shows.

      3.3) Egito, Dubai, enfim, exterior de uma forma geral faz parte de seus planos?
      É muito delicado este assunto, tenho em mente sim, mas no momento, deixar minha escola, marido, e todas as datas de eventos até final do ano agendadas, fica impossível viajar e ficar meses fora.

       
      4.3) Quando que o Rio de Janeiro vai ter o prazer da sua presença novamente?

      Espero poder estar logo nesta cidade maravilhosa. Aguardo carinhosamente a hora certa e a oportunidade.


      4º Bloco - POLÊMICAS


      4.1) Defina JU MARCONATO por Juliana Marconato e Vice-Versa.
        Ju Marconato bailarina é intensa, elegante, feminina e apaixonada.
        Juliana Marconato dia a dia é um pouco avoada, calma, mas um pouco anciosa as vezes, começa a ler vários livros ao mesmo tempo e acaba perdendo o foco por projetar coisas demais. É uma mulher “normal” rs que escova os dentes e acorda descabelada rs. Adooora comer doces principalmente sorvete e procura tratar todos com amor.

        2.4) Como você vê o clima muitas vezes competitivo, tão comum no meio da Dança do Ventre e como você procura se manter imune a isso?

        Começamos competir quando olhamos mais para fora do que para dentro. Não sou a favor da competição pois caímos numa idéia de ser “mais” ou “menos” que alguém e isso é apenas uma ilusão no nosso ego.
        A dança é a celebração da vida onde encontramos a beleza dentro de nós a aprendemos a apreciar a beleza ao nosso redor também. Se eu não estou bem “dentro”, não tem como estar de bem com os de “fora”.
        Existe uma regrinha básica que dou na aula de ética no primeiro módulo do curso de professoras: Nunca, em hipótese alguma comentar desfavoravelmente sobre o trabalho de outra profissional, dentro e fora da sala de aula. Pode parecer um pouco radical, mas se ficarmos com a boca solta, falando da via de outras pessoas, perdemos o foco e a nossa proteção energética, o que não é nosso objetivo. Em um ditado popular temos...

        Deveis saber que vossas palavras e pensamentos são tremendas forças vibratórias, que estão continuamente amoldando o vosso corpo e vossos negócios.
        PESSOAS INTELIGENTES FALAM SOBRE IDÉIAS!
        PESSOAS COMUNS FALAM SOBRE COISAS!
        PESSOAS MEDIOCRES FALAM SOBRE PESSOAS!
        A coisa mais difícil do mundo é conhecermo-nos a nós mesmos, e o mais fácil é falar dos outros. (Tales de Mileto)

        "Quando você  julga os outros, não os define, define a si mesmo."

        Para ficar imune tem um segredo infalível: abençoar de coração a beleza, o sucesso e a prosperidade de todos ao nosso redor, isso faz crescer o coração e nos torna imunes pois tudo é lei da atração. O que eu mando volta para mim.

        3.4) Você é uma das bailarinas padrão Khan el Khalili. Como você interpreta como bailarina e como profissional os selos e padrões que são oferecidos no mercado? Ajuda ou é apenas um título?

        Acredito que devemos procurar tudo que é bom, tudo que nos faz crescer, tudo que nos impulsiona para frente. Desafios são bons, mas não devemos ficar “bitoladas” rs desculpe o termo. Não devemos colocar nosso valor pessoal nisso. São apenas experiências que nos fazem crescer.
        Sinto que é muito complicado dizer quem é melhor ou pior. Numa competição por exemplo, qual é o padrão utilizado para dizer se um grupo é melhor do que outro? A dança deve trazer união, celebração, deve ser natural, fazer a gente se sentir bem. Por exemplo, um grupo de meninas maravilhosas chiquérrimas super técnicas que dançam em uma competição e outro grupo de mulheres que descobriu um novo mundo, que superaram barreiras, bloqueios emocionais e físicos para pisar em um palco juntas. Qual dos 2 é o vencedor? Na minha opinião os 2. São estágios diferentes aprendizados diferentes. O que importa é como nós estamos em relação a ontem e não em relação à outras pessoas, pois as histórias de vida são muito diferentes umas das outras. O caminho é mais individual por isso nunca devemos nos comparar, nem às colegas de sala. Cada ser humano é único e insubstituível.

        4.4) Se você pudesse mudar alguma coisa na Dança do Ventre, qualquer coisa, o q seria e porquê?

        Gostaria que todas as pessoas na dança desenvolvessem a consciência de praticar esta arte com respeito e amor a si e a outras pessoas. Que todos se  abraçassem com verdade, reverenciando o ser divino que existe dentro do outro, ou seja sentindo o “Namastê” dos indianos.
        Rs. Acabaria com a competição e rivalidade. Se algo é para mim, virá a mim de qualquer forma! Não precisamos “brigar” por nada, nem por posição, nem por alunas ou nos amedrontar com o sucesso de outras, o mundo é grande, as cidades são grandes, existe espaço para todas. Tenhamos certeza que vamos atrair as pessoas certas ao nosso redor, as alunas que tivermos algo a compartilhar.
        Estamos todos interconectados, se eu brigo com o outro, acabo me ferindo.
        Já existem grupos e pessoas maravilhosas envolvidas nesta forma de dança, tenho certeza que cada dia mais estaremos lindas e abençoadas com beleza, amizade e muita prosperidade. 

        PRA ENCERRAR: Deixe uma mensagem pra quem está começando na Dança do Ventre, pra quem está  perseverando correndo atrás desse sonho e pras meninas que estão se preparando pra profissionalização.

        Para as iniciantes lindas...
        "Se fiz descobertas valiosas, foi mais por ter paciência do que qualquer outro talento." (Isaac Newton)

        Seu desenvolvimento na dança e semelhante a uma flor, no começo temos só uma sementinha, precisamos ter carinho e paciência, cuidar, aguar, adubar caso contrario ela não desabrocha. Impossível brigar com uma flor pedindo para ela soltar suas pétalas mais rápido, brigar atoa. As vezes brigamos por dentro achando que temos que fazer tudo certinho logo de cara, mas não [e bem assim que acontece. No momento certo, com amadurecimento e cuidado, a Flor nasce e desabrocha para mostrar toda sua beleza ao mundo. Não queira apressar sua flor, mas também não deixe de regar!!!*

        Para quem estao perseverando...
        "Eu não falhei, encontrei 10 mil soluções que não davam certo. Nossa maior fraqueza é a desistência. O caminho mais certeiro para o sucesso é sempre tentar apenas uma vez mais. Se nós fizéssemos tudo o que somos capazes, literalmente nos surpreenderíamos." (Thomas Edison)

        "Quando deixamos nossa luz própria brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo." (Nelson Mandela)

        "Quando se dança, o propósito não é chegar a determinado lugar. É aproveitar cada passo do caminho." (Dr Wayne Dyer)

        "Cada passo e valioso e cada momento único, vamos desfrutá-los com amor e respeito que tudo vem na hora certa na vida de cada uma de nos. 
        Para quem esta se profissionalizando...
        Nada posso lhe oferecer que não exista em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo além daquele que há em sua própria alma. Nada posso lhe dar, a não ser a oportunidade, o impulso, a chave.Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo." (Herman Hesse on coaching)

        "Há homens que perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente de tal forma que acabam por nem viver no presente, nem no futuro. Há homens que VIVEM COMO SE NUNCA FOSSEM MORRER E MORREM COMO SE NUNCA TIVESSEM VIVIDO!" (Dalai Lama)

        "Qualidade de vida representa equilíbrio entre corpo e mente! Se vivermos bem o “hoje”, atrairemos tudo de bom ao nosso redor incluindo prosperidades e bênçãos!Ao esquecer de viver o presente, você já está morto. Não importa que possa levar oitenta anos para vc ser enterrado. No momento que perdemos o contato com o presente, deixamos de viver" (Osho). 

        Vamos aproveitar cada segundo de nossa preciosa existência!
         Neste momento pegamos outra sementinha na mao, para que ela cresça e so cuidar e ter carinho e paciência.
        Ser bailarina e bem diferente de ser professora, e precisamos nos desenvolver em ambas, pois uma depende da outra.
        Desejo sucesso, muita Dança, muita felicidade, prosperidade , amor e Luz a todas...

        Beijos no coração

        Ju Marconato

        www.khanelkhalili.com.br  

        E agora, deleitem-se com esse "ANJO EM FORMA DE BAILARINA" chamada JU MARCONATO!








        Comentários

        Haiyat Raziya disse…
        GENTEM... KEM TÁ SEM AR SOU EU HEBE!!!
        Eu mudaria pra Araraquara só pra ter aulas com esse ANJO, essa LUZ EM FORMA DE BAILARINA!
        Se eu já achava ela um amor de pessoa, agora o encantamento é total.
        Ela é a perfeita expressão da minha sempre mestra SEMÍRAMIS!
        Me emocionou demais essa entrevista... *_*
        Adorei!! Já admirava seu trabalho, agora admiro tb sua pessoa!!
        Parabéns
        Cristina Antoniadis
        bjsssss
        Rubi disse…
        Vc tinha razão Haiyat a entrevista foi emocionante.
        Ju Marconato é linda, simpatica e uma grande bailarina
        Prabéns!
        HILDA HURRICANE disse…
        AMO DE PAIXÃO ESSA PESSOA MARAVILHOSA!

        "Se todas fossem iguais a você,
        que maravilha viver", no mundo da dança.

        Será que é tão difícil assim?

        Parabéns pela belíssima entrevista e pela sua pessoa Ju. Sucesso!
        Haiyat Raziya disse…
        Gentem, eu antes gostava da JU... Agora eu AMO (sem viadagem) ESSA MULHER!
        Quanta simplicidade! Me lembrou tanto minha querida Semiramis...
        As alunas dela são pessoas de muita sorte, COM CERTEZA! Talentosa e humilde. Muito bacana!
        Maria Meireles disse…
        Como é bom ver outros lados de uma mesma pessoa né?,a mulher é poderosa!!!!
        Cleo!!!! disse…
        LINDAAAAAAAAAAAAAAAAAAA...
        Adorei a entrevista!!!
        "PESSOAS INTELIGENTES FALAM SOBRE IDÉIAS!
        PESSOAS COMUNS FALAM SOBRE COISAS!
        PESSOAS MEDIOCRES FALAM SOBRE PESSOAS!"
        Precisa dizer mais???????
        NANDA SALIMA disse…
        impecável...
        Temos ótimos profissionais nesse pais é soh saber,ouvir,ver e aprender!!!
        Cristiana disse…
        A Ju Marconato é muito sensata... Adorei! Admirável!
        Anônimo disse…
        Ju te amo !!! É uma felicidade enorme e um previlegio poder frequentar o nucleo....
        Verdade neh... quando eu vi ela pela primeira vez no you tube foi 2010...me apaixonei pela primeira vídeo..encanto de mulher..